Em breve: Uma nova Horda de Hostis

Queridos leitores deste blog,

Nós pedimos mil desculpas por esse tempo enorme sem postagens novas, muita coisa tem acontecido e nossas prioridades foram mudando, mas agora estamos pedindo desculpas.

Queremos avisar que logo estaremos de cara nova e de casa também, mas sem a participação de vocês não vai dar certo, por isso caso tenha uma ideia, algo legal que possa melhorar, deixa no comentário!

Espero que tenham gostado da ideia

Os Piores Filmes de Terror da Historia.

Olá galera, hoje eu estou voltando com a Horda de Hostis de um jeito diferente. Hoje vou citar alguns dos piores filmes de terror da historia (ou os mais sem noção), e alguns conhecidos também como filmes Trash. Alguns dos filmes são dos anos 70,80, e outros da nossa época.




   A Camisinha Assassina (Killer Condom: 1996)

Sinopse: Após perder um dos seus testículos para a terrível camisinha assassina, o detetive Luigi Mackeroni tenta eliminar a ameaça de látex, criada por uma seita de loucos que querem eliminar todos os tarados de Nova York.




 A Vagina Dentada (Teeth: 2007)

Sinopse: *Teeth* é a história aterrorizante de uma garota do colegial que vive em abstinência sexual por causa de sua religião. Dawn possui dentes na vagina, uma condição única que ela não consegue lidar. É uma espécie de vagina carnívora assassina. Ela não consegue fazer sexo com ninguém e os que tentam ir para a cama com ela ficam em pânico ao perderem pedaços do pênis.




 O Ataque dos Tomates Assassinos (Attack of the Killer Tomatoes: 1978)

Sinopse: Um cientista maluco tenta conquistar o planeta e usa para seu plano maligno Tomates. Em um primeiro ataque, uma dona de casa desamparada é atacada em sua cozinha. A polícia começa a investigar e faz uma constatação impressionante: Não é sangue, é suco de tomate, e a população está com medo.




 Massacre do Microondas (Microwave Massacre:1983)

Sinopse: Donald é um trabalhador que após chegar em casa bêbado mata sua esposa, depois de esquartejar e assar o corpo no Microondas, Donald vira um terrível canibal, e começa a matar e assar suas vitimas no microondas.




   Cólica (Colic: 2006)

 Sinopse: A historia é sobre um casal recém-casado cujo bebé que sofre de cólica infantil, mas que passados os seis meses não desapareceEmbora as explicações dos médicos, fenômenos paranormais começam  acontecer.




  A Geladeira Diabólica (The Refrigerator: 1991)

Sinopse:  Um jovem casal, Steve e Eileen estão prestes a realizar seu grande sonho que é mudar para New York. A pós se mudar para um bairro problemático o apartamento já possui uma geladeira, que é a úncia coisa que os dois gostam no lugar, mas aos poucos eles vão descobrindo que a geladeira é um monstro que mata as pessoas, e que agora já controla a mente do Steve.




Zumbi Ass (Privada dos Mortos: 2011)

Sinopse: Um grupo de adolescentes vão acampar na floresta, e se encontram em perigo quando zumbis cobertos de fezes controlados por parasitas surgem e começam atacá-lo enquanto fazem suas necessidades na privada.




Palhaços Assassinos do Espaço Sideral (Killer Klowns From Outer Space: 1889)

Sinopse: Tudo começa em uma pequena cidade quando um casal de adolescentes descobrem um estranho circo. Lá, eles descobre uma raça alienígena parecida a palhaços que em vez de espalhar alegria para as pessoas eles espalharão o horror, e matam por toda a cidade.
  





Pequenos Assassinos em Serie. Part: 1



Nome: George Stinney
Nascimento: 21 de outubro de 1929, Carolina do Sul, EUA.


A história começou em 23 de março de 1944, quando duas meninas, Betty June Binnicker, de 11 anos, e Maria Emma Thames, de 8 anos, andavam de bicicleta à procura de flores. Ao passarem pela casa da família Stinney, elas perguntaram ao jovem George Stinney e à sua irmã, Katherine, se eles sabiam onde encontrar "flores-da-paixão". Quando as meninas não retornaram, grupos de busca foram organizados, com centenas de voluntários. Os corpos das meninas foram encontrados na manhã seguinte em uma vala cheia de água lamacenta. Ambas sofreram ferimentos graves na cabeça.

Stinney foi preso algumas horas depois e foi interrogado por vários oficiais em uma sala trancada com nenhuma testemunha além dos agentes. Após uma hora, foi anunciado que Stinney havia confessado o crime. De acordo com a confissão, Stinney tentou abusar sexualmente de Betty enquanto ela catava as flores. Após perder a paciência com a menor que tentava proteger a amiga, ele acabou por matar as duas com uma barra de ferro e atirou os corpos em um bueiro cheio de lama. De acordo com os policias, Stinney aparentemente tinha sido bem sucedido em matar ambas ao mesmo tempo, causando trauma contuso em suas cabeças, quebrando os crânios de cada uma em pelo menos 4 pedaços. No dia seguinte, Stinney foi acusado de assassinato em primeiro grau. O pai de Stinney foi demitido de seu emprego na serraria local.

O julgamento ocorreu em 24 de abril no tribunal do condado de Clarendon. Após a seleção do júri, o julgamento começou, às 12h30 e terminou às 05:30. Depois de apenas 10 minutos de deliberação, o júri, que foi composto inteiramente de homens brancos, emitiu o veredito de culpado e a sentença: morte na cadeira elétrica. Sob as leis da Carolina do Sul, todas as pessoas com idade superior a 14 anos eram e ainda são tratados como um adulto. Mais tarde verificou-se que a tal barra de ferro, pesava mais de vinte libras (9,07 kg). É altamente improvável que Stinney fosse capaz de erguer esse peso ainda mais para golpear e matar as duas meninas.



Nome: Mary Bell
Nascimento: 26 de maio de 1957, Newcastle upon Tyne, Reino Unido.


Filha de mãe solteira, prostituta e mentalmente perturbada.  Mary sofreu diversos abusos na sua infância, alguns relatos dizem que ela teve que se prostituir desde os 4 anos de idade, sobre influência de Betty sua mãe, pessoas dizem que a garota sofreu duas tentativas de assassinato por parte de sua mãe que não queria cria-la. Já não bastasse esses problemas, o pai de Mary era outro mal exemplo, tanto que foi preso por assalto a mão armada (Mary era filha de Betty McCrickett e Billy Bell, embora não se possa afirmar ao certo sua paternidade. Mary, apelidada May desde cedo, era a filha mais velha de Betty, nascida quando estava com dezesseis anos. Billy Bell e Betty foram casados, e acredita-se que Mary tivesse um bom relacionamento com seu pai - fosse biológico ou não.)

Como era de se esperar, Mary não foi uma criança das mais exemplares, tendo diversos problemas, mas no dia 25 de maio de 68 ela deixou de ser apenas uma problemática menina para se tornar uma assassina.

Martin Brown, um menino de 3 anos, foi empurrado por Mary do segundo andar de um prédio e depois ainda foi estrangulado até a morte pela garota. A polícia não conseguiu provas para incriminar ninguém e acabou fechando o caso.

Pouco tempo depois, Mary e sua amiga Norma, foram chamadas por outra menina do bairro para procurar seu irmão que havia sumido, sem pensar muito as duas se prontificaram em ajudar. Depois de várias buscas por todos os lugares, as três meninas enfim encontraram o garoto, chamado Brian Howe, morto. Após os exames, a polícia descobriu que o menino foi morto por estrangulamento e também havia recebido diversos ferimentos, nas coxas, genitálias e barriga, onde um "M" foi escrito com uma lâmina de barbear.

Obviamente o assassinato começou a ser investigado e pouco tempo depois, a polícia descobriu que Mary Bell estava envolvida nos dois crimes. Ela acabou confessando a morte dos garotos, inclusive contou com detalhes de algumas de suas ações, dizendo que havia estrangulado Martin com suas próprias mãos e que ele havia tentado se defender, mas ela era mais forte. "Eu achei isso divertido", declarou a garota.

Outra declaração feita por Mary, foi a gota d'água que fez o júri decidir sua culpa: "Eu gosto de ferir os seres vivos, animais e pessoas que são mais fracos do que eu, que não podem se defender." Após isso, ela foi condenada a prisão por tempo indeterminado. E assim ficou presa, até 1979, quando tentou escapar sem sucesso. Mary Bell foi liberada da custódia em 1980, aos 23 anos, e foi concedido anonimato para começar uma nova vida com sua filha, que nasceu em 1984, e o marido. Vinte e sete anos depois de sua condenação, em 2007 e após a morte de sua mãe, ela aceitou falar à jornalista Gitta Sereny sobre sua infância. O resultado é uma biografia chamada Gritos no Vazio.


Nome: Eric Smith
Nascimento: 22 de Janeiro de 1980, Steuben County, New York.


Eric tinha de 13, era o típico garoto tímido. Foi acusado de matar um menino de 4 anos, Derrick Robie, o estrangulando, levando pedradas e até abusada com um bastão. Eric não conseguiu dar uma resposta para convencer a polícia. A psiquiatria o diagnosticou com transtorno explosivo intermitente (onde ele não pode controlar sua raiva interior). Ele está na prisão a seis anos, e a sua liberdade condicional negada 5 vezes.


Nome: Jon Venables
Nascimento: 13 de Agosto de 1982, Inglaterra.

Nome: Robert Thompson 
Nascimento: 23 de Agosto de 1982, Inglaterra.


James Bulger Patrick (16 março de 1990 12 de fevereiro 1993) foi um menino de Kirkby , Merseyside , Inglaterra, que foi assassinado em 12 de fevereiro de 1993. Ele foi sequestrado, torturado e assassinado por dois meninos de dez anos de idade. Bulger desapareceu do New Strand Centro Comercial em Bootle enquanto acompanhava sua mãe. Seu corpo mutilado foi encontrado em uma linha ferroviária de duas milhas e meia (4 km) de distância em Walton, Liverpool , dois dias depois de seu assassinato. Thompson e Venables foram acusados ​​em 20 de Fevereiro 1993, com o rapto e assassinato de Bulger.

Os dois foram considerados culpados em 24 de novembro de 1993, tornando-os assassinos condenados mais jovem da história do Inglês moderno. Eles foram condenados a custódia até que chegaram à idade adulta, inicialmente, até a idade de 18 anos, e foram liberados em uma licença vitalícia, em junho de 2001. Em 2010, Venables voltou para a prisão por violar os termos de sua licença de lançamento.

O caso provocou um amplo debate sobre a questão de como lidar com jovens infratores, quando eles são condenados ou posto em liberdade.


Nome: Kipland Philip Kinkel
Nascimento: 30 de Agosto de 1982, Springfield , Oregon Estados Unidos.


Kipland Kinkel  quando criança gostava de brincar de decapitar e torturar animais vivos. Na quarta série, ele foi diagnosticado com dislexia e foi colocado em extensas aulas de educação especial.  
Kinkel tinha muito interesse em armas de fogo e explosivos. Seu pai  o matriculou com 15 anos em cursos de segurança de armas, comprando-lhe armas, uma calibre 22 Long Rifle e uma 9 milímetros Glock, quando ele tinha 15 anos. Na escola seus colegas o descrevem como estranho e mórbido, enquanto outros o chamam de "O Pequeno Hitler". 
Ele constantemente falava sobre cometer atos de violência. Ele dizia a amigos que ele queria se juntar ao Exército após a graduação para descobrir o que era  matar alguém. Quando perguntado sobre uma viagem de família para a Disneylândia, ele comentou que ele queria "socar Mickey Mouse no nariz". Os pais de Kinkel o matriculou na gestão de raiva e ele era constantemente avaliado por psicólogos.
Em 1998, aos 15 anos Kinkel chocou o mundo matando os seus pais com um rifle, De acordo com a confissão gravada de Kinkel, por volta das 15:00, seu pai estava sentado no balcão da cozinha tomando café. Kinkel recuperou seu rifle de seu quarto e munição do quarto de seus pais. E então foi para a cozinha e atirou em seu pai uma vez na parte de trás da cabeça, em seguida, arrastou o corpo até o banheiro e cobriu-o com uma folha.
Kinkel declarou ainda que quando sua mãe chegou em casa por volta de 18:30, e que a viu na garagem, disse a ela que a amava, então atirou duas vezes na parte de trás da cabeça, três vezes no rosto, e uma vez em o coração. Ele, então, arrastou seu corpo pelo chão e cobriu-a com um lençol. 
No dia seguinte ele se dirigiu até sua escola, usando um casaco para esconder as cinco armas que ele carregava: duas facas de caça, uma 9 milímetros, pistola Glock 19 , uma Ruger calibre 22 rifle semi-automática e uma calibre 22 Ruger MK II, pistola, em seguida  ele atirou 50 vezes, acertando 37 alunos e matando 2.
Em 24 de setembro de 1999 Kinkel se declarou culpado de homicídio e tentativa de homicídio, renunciando à possibilidade de ser absolvido em razão de insanidade. Em novembro de 1999, Kinkel foi condenado a 111 anos de prisão sem possibilidade de liberdade condicional. Na sentença, Kinkel pediu desculpas ao tribunal pelo assassinato de seus pais e do tiroteio.

Esse é o fim da HORDA ?

Infelizmente... por motivos pessoais eu tive que deixar o blog de lado por um longo tempo.
  Ah,beleza,mas e o resto da equipe?

Equipe ? que equipe? desdo do começo do blog eu fiz tudo sozinho, apesar de uma vez ou outras a "equipe" postar alguma coisa... e dessa vez ele sumiram ! bom.. a Ray ainda tá viva, porém ela nunca teve tempo :/

E agora cara, o que vai ser do blog ?

Se não aparecerem novos autores, infelizmente terei que por um fim ao blog. Se você quer entrar e fazer parte [e tiver compromisso] pode deixar um comentário com o seu nome, idade, e-mail,e onde mora ou se preferir algo mais discreto basta enviar um e-mail com os itens que citei a pouco para
magdiel-dantas@hotmail.com





PS: Recado dado, estou aguardando contato.

Filmes de 2014, Lançamentos.

O Herdeiro do Diabo (Devil's Due)


 Após o casamento de Jack (Zach Gilford) e Samantha (Alison  Miller), e uma misteriosa noite perdida em sua lua-de-mel, Jack e Samantha  recebe a boa notícia: eles vão ter um bebê. A gravidez chega antes do planejado, mas os dois ficam contentes e começam a se preparar para a chegada do primeiro filho. Samantha começa a ficar cada vez mais tensa, nervosa. Inicialmente, todos acreditam que são apenas os hormônios em transformação, mas logo percebem que uma força maligna se apoderou do corpo dela. 

Trailer:






Atividade para Normal 5: Marcados Pelo Mal (Paranormal Activity: 5)


Jesse (Andrew Jacobs) e Hector (Jorge Diaz) são grandes amigos, que acabaram de se formar no ensino médio. Fascinados em filmar com uma câmera portátil tudo o que acontece à sua volta, eles ficam intrigados ao ouvir sons estranhos vindos do apartamento de baixo da casa de Jesse. Lá vive Anna (Gloria Sandoval), uma senhora que tem fama de ser uma bruxa. Não demora muito para que os amigos passem a atormentá-la, o que faz com que Jesse seja ameaçado por ela. A súbita morte de Anna faz com que aumente ainda mais a curiosidade dos amigos, que decidem invadir a casa dela, mesmo estando lacrada pela polícia. É quando percebem que Anna pertencia a uma estranha seita, que tinha Jesse entre seus alvos.

Trailer:







Frankenstein: Entre Anjos e Demônios (Frankenstein: Between Angels and Demons)


O monstro (Aaron Eckhart) foi criado pelo cientista Victor Frankenstein (Aden Young) foi o primeiro ser nascido pelas mãos do homem. Após a sua criação o monstro foi abandonado para ser morto. Revoltado, ele retorna e se vinga do criador, matando sua esposa. O dr. Frankenstein parte em sua busca, mas acaba morrendo durante a perseguição. Ao retornar à sua cidade natal para enterrar seu criador, o monstro é atacado por demônios, que desejam capturá-lo. Ele é salvo por gárgulas, que o levam até o local onde vivem: a catedral de Notre Dame. Após ser nomeado como Adam pela líder das gárgulas, Eleonore (Miranda Otto), ele resolve ir embora e seguir sua vida. Porém, 200 anos depois, ele descobre o porquê dos demônios estarem tão interessados em capturá-lo.

Trailer:







Haunt (Assombrado)



Samatha (Liana Liberato) é uma adolescente retraída que se apaixona por seu novo vizinho, Evan (Harrison Gilbertson)Juntos, eles passam a explorar a casa que os pais do garoto acabam de comprar, sem saber que o imóvel é assombrado.

Trailer:






Oculus


Tim e Kaylie são dois irmãos traumatizados pela morte inexplicada dos pais. Quando Tim sai de um hospital psiquiátrico, após anos internado, ele tem certeza de que a causa da tragédia familiar é um grande espelho que acompanha a família há séculos. Cercados por fenômenos paranormais, os dois tentam provar que o objeto é o verdadeiro responsável pela sangrenta história de seus ascendentes.

Trailer:







The Babadook


Seis anos após a morte violenta de seu marido, Amelia está perdida. Ela luta para disciplinar Samuel, seu filho de seis anos que está fora de controle, um menino que ela acha impossível amar. Os sonhos de Samuel são assombrados por um monstro, que ele acredita que virá para matar os dois. Quando um perturbador livro de histórias chamado The Babadook aparece em sua casa, Samuel fica convencido de que o Babadook é a criatura com a qual ele tem sonhado. Suas alucinações saem do controle, ele se torna mais imprevisível e violento. Amelia, assustada com o comportamento de seu filho, é forçada a medicá-lo. Mas quando ela começa a ver sinais de uma sinistra presença ao seu redor, aos poucos percebe que a coisa contra a qual Samuel tentava alertá-la pode ser real.


Trailer:





Nevada-tan, A pequena assassina. (女性の殺人者小さい.)


Natsumi Tsuji.


No ano de 2004, o Japão e o mundo foram aterrorizados por um crime cruel, sangrento e de extrema frieza. A vida de uma criança de 12 anos se perdeu em uma sala de aula da escola onde estudava. O assassino? Uma criança de 11 anos, vítima de bullying e negligência, que acabou ganhando fama e sucesso por sua morbidez. Conheçam Nevada-tan, a pequena assassina japonesa.

Ano 2004. Escola Elementária Okubo de Sasebo, prefeitura de Nagasaki (Japão); uma escola como outra qualquer, em que as crianças brincavam e aprendiam. Uma pequena de 11 anos se destaca perante os demais. Se chama Natsumi Tsuji e é uma estudante modelo, tira notas estupendas e é apaixonada por basquete, cinema e por internet. Seu QI era de 140.

Natsumi tem uma amiga de 12 anos chamada Satomi Mitarai, são unha e carne e desfrutam de uma amizade invejável, entre brincadeiras e estudos. Porém, um dia, acontece um desentendimento entre as duas, uma discussão sobre o assunto ridículo de popularidade na escola acaba terminando com essa bela amizade. A puberdade é realmente absurda, pois adolescentes têm a tendência de valorizar coisas muito pequenas como popularidade, aparência e etc.  



Nessa época, Natsumi já havia começado a se interessar pelo cinema japonês de caráter violento, sendo sua obra preferida o filme “Battle Royale”, um filme considerado culto, que relata uma situação insustentável de violência juvenil no Japão, que obriga o governo a largar anualmente um grupo de alunos em uma ilha, que devem matar uns aos outros para sobreviver. Outro de seus filmes favoritos é “Voice”, também Japonês, conta a história de uma jovem que enlouquece e se transforma em uma assassina. A menina foi se afastando cada vez mais dos estudos e fechando-se. Criou uma página na web exclusivamente dedicada ao mundo do terror, violência extrema, Hentai violento e gore com direito a mutilações, sangue e escatologia. Ela tinha apenas 11 anos.




Sua colega e antiga amiga “Satomi” fez um comentário na internet chamando Natsumi de “gorda”. Uma pré-adolescente com a cabeça no lugar provavelmente teria ignorado o assunto, mas com Natsumi foi diferente. Ela já tinha criado algo macabro dentro de si, não saía de casa e a internet era seu único refúgio social. Sua mãe lhe obrigou a largar o basquete e dedicar seu tempo integralmente aos estudos, já que suas notas estavam indo de mal à pior. Posteriormente ela voltou a jogar basquete, mas desta vez, abandonou-o por si mesma. Se encontrava totalmente deslocada.



No dia 1º de junho do ano de 2004, Natsumi Tsuji levou sua colega Satomi Mitarai a uma sala de aula vazia. Vendou seus olhos com a desculpa de que queria fazer um jogo com ela, e ali, sem mais nenhuma palavra, degolou a menina a sangue frio com seu estilete, e ainda lhe causou vários outros cortes nos braços. Após isso, com a roupa e mãos ensanguentadas, voltou para a aula como se nada tivesse acontecido. Seu professor, ao vê-la coberta de sangue e com o estilete na mão, soltou o alarme e logo descobriu a terrível verdade


A polícia deteve a menina assassina, enquanto de sua boca a única coisa que se escutou foi “Fiz algo errado, certo? Eu sinto muito.” Para os médicos, já era tarde demais, eles apenas puderam constatar a morte de Satomi. Uma alma de doze anos se foi, sem ter vivido o suficiente. Mais tarde foi descoberto que algumas semanas antes, Natsumi havia protagonizado um episódio violento dentro da sala de aula, em que ameaçou um colega com o mesmo estilete que usou para assassinar Satomi.


 Natsumi Tsuji.


A menina passou a noite na delegacia de polícia. Inicialmente não mencionou o motivo de seu ato, mas um pouco depois confessou aos policiais que havia assassinado Satomi Mitarai por causa das mensagens que viu na internet, como comentários sobre seu peso.

A pequena homicida foi julgada em 15 de setembro de 2004 e sentenciada a 9 anos de internamento no reformatório da prefeitura de Tochigi. O governo japonês é muito discreto com a privacidade dos crimes cometidos por menores, e proibiu que os meios de comunicação divulgassem o nome da menina. Os noticiários a chamavam de “Menina A”. Entretanto, um jornalista da Fuji TV, não se sabe se propositalmente ou por descuido, revelou seu verdadeiro nome, Natsumi.

É agora que começa a parte mais doentia de toda a história. Na fotografia a seguir, pode-se ver Natsumi (A assassina) à esquerda e Satomi (Vítima) à direita, ambas identificadas com uma flecha vermelha. Nesta foto, a menina estava vestindo um moleton azul em que pode-se identificar a palavra “NEVADA” (da universidade de mesmo nome, em Reno) em letras brancas. Foi daí que surgiu o apelido de Nevada-tan, o que, em japonês, vem a significar algo como “a pequena Nevada”, fazendo alusão à inscrição de sua vestimenta. Em outro lugares também a conhecem como Nevada-chan. 


Essa foto foi tirada algumas horas antes do assassinato. Última foto de Satomi viva.


 Nevada-tan teve todos os ingredientes perfeitos para converter-se em um mito para uma multidão de indivíduos na internet. Uma menina de 11 anos, colegial, Japonesa, violenta e assassina; o que mais querem os amantes de Mangá e Hentai? os Otakus mais pervertidos e anti-sociais ganharam sua heroína. A figura de Nevada-tan começou a ficar popular e fóruns Japoneses tipo Imageboard como 2chan (seguido posteriormente, como não, por todos os outros fóruns anônimos) foram os primeiros a criar o meme que daria a volta ao mundo, persistindo até os dias de hoje. A menina foi elevada há uma categoria de semi-deusa e se converteu em um ícone macabro de adolescentes doentes e mesquinhos. Surgiram desenhos e representações, um mais sinistro que o outro, virou moda o Cosplay de Nevada-tan, surgiram multidões de fanfics e fanarts do assassinato, fotografias da menina (não se sabe se reais ou não) e material de todo tipo. Uma banda alemã, chamado Pan!k mudou seu nome para Nevada-Tan e até o grupo australiano Love Outside Andromeda dedicou a letra “Boxcutter, Baby” para ela. Tudo justificado por um cruel assassinato. 


Cosplay de Nevada-Tan


Jovens em Festa a Fantasia.


Menção especial ao grupo Fecal Matter Discorporated, que dedicou uma canção e um disco inteiro, segundo eles mesmos, “à ela e a todas as pequenas assassinas japonesas”.


Também apareceu uma espécie de hino ou canção na internet, segue a letra:


'Essa garota com tanta raiva,
Essa garota lá da escola.
Olhe aqui, Neva,
Há algo especial em seu estilete.'

NE-VA-DA!

Por favor, por favor, não me machuque.

Vai apunhalar meu pescoço.

Não, não, não! Não me mate!
NE-VA-DA!

Essa garota se tornou popular

Essa garota com seu desejo especial de “bom dia”.

Olhe aqui, Neva. 

Há algo especial em seu estilete.
NE-VA-DA!

Por favor, por favor, não me corte!

Meu sangue vermelho se espalhará por toda parte. 

Não, não, não! Não me mate!
NE-VA-DA! 


A ex-banda Pan!k, agora chama-se Nevada Tan.



Nevada-tan passou de uma assassina para a personificação de uma rebeldia alternativa e violenta, ansiada por um amplo grupo de jovens de todas as partes do mundo. Porém, alguém já parou para pensar na menina e em sua família? Algum desenhista, enquanto divulgava sua admiração por ela, pensava que ela havia assassinado a sangue frio uma menina de doze anos? O que os jovens japoneses precisavam expressar quando se fantasiavam de Nevada-Tan? O que lhes causou tanta raiva a ponto de esquecer a morte de uma menina inocente?


Natsumi Tsuji não é uma figura que deva encobrir, ao contrário. Representa o monumental fracasso do sistema educacional e assim se fez chegar ao governo japonês da época, Nevada-tan era uma menina que destilava violência e nem seus pais, tampouco seus professores perceberam isso a tempo. Se uma criança de 11 anos passa horas na internet fazendo desenhos de caráter agressivo, assistindo filmes de violência extrema, não sai mais de casa, larga os estudos e os amigos, algo não está bem. Quem já assistiu “Battle Royale” sabe que não é um filme para crianças de 11 anos.


Desenho do filme Battle Royale, que ela publicou em sua página, na internet.





Obviamente o problema não está na internet, mas sim nas pessoas. Primeiramente nos pais e professores que foram incapazes de perceber a tempo que algo estava errado com Natsumi, para poder ajuda-la. Segundo, na colega que praticou bullying com a menina e acabou por se tornar uma vítima, posteriormente. Terceiro, no sistema educacional que não consegue fazer uma criança distinguir o certo do errado. E em quarto e último lugar, vem os adolescentes que endeusaram a menina, sem levar em conta que isso não é uma brincadeira. Uma vida foi perdida e outra vida foi condenada. Ambas as meninas têm famílias, que foram completamente destruídas pelo tamanho da tragédia. A escola em que estudavam, seus colegas, professores, e até mesmo as pessoas próximas a elas como vizinhos, foram traumatizados de uma forma brutal. O que os usuários fizeram na internet foi muito doentio. Crianças são influenciáveis, agora imaginem se outra menina vê tudo isso, sente vontade de ser adorada como Nevada-tan e acaba por cometer um crime do mesmo nível? Mais crianças, famílias, professores seriam atingidos, mais vidas destruídas e a troco de quê?



A inocência levada pelo bullying, falta de atenção, violência e negligência.

Em 2012 Nevada-tan completou 20 anos e ainda faltavam mais 1 ano para sair do internamento. Se fala muito sobre ela e sobre o que será dela quando sair. Eu só espero que o tratamento que ela teve com psicólogos, psiquiatras e educadores tenha efeito e ela consiga se redimir com a vida e com seu passado.










Fonte: @Loucifre / MedoB

Vinculando Terror #03

Não tinha nenhuma outra imagem :v





  • Brasil Bizarro - Na piscina
  • Diário de Hunter - A Lenda Sobre Robert 
  • Eutanásia Mental - Manual do Assassino #3
  • Predomínio do Terror - O Jogo Do Diabo
  • Psicológico Macabro - Estranho ser marinho aparece na praia - Animais bizarros #3
  • Meu Mundo é Assim - Runas
  • Noite Sinistra - Lykoi: A raça de gatos parecidos com lobisomens
  • Síbolos e Significados #14 [FOICE E MARTELO]






    O martelo representa a produção, enquanto que a foice é um emblema da agricultura. A foice e o martelo eram o amblema da antiga União Soviética e simbolizavam uma produção frutífera, a união dos trabalhadores urbanos e rurais.

    Deuses Gregos #02 [Hades]

    Hades, deus do mundo subterrâneo (ou deus do inferno) da mitologia grega (ou Plutão, na mitologia romana), filho de Cronos e Réia, irmão de Zeus, Héstia, Demeter, Hera e Poseidon. Era casado com Perséfone (Cora para os romanos), que raptou do mundo superior, para ter como sua rainha. Este mito ficou muito conhecido como o rapto de Cora . Ele a traiu duas vezes, uma quando teve um caso com a ninfa do Cócito e também quando se apaixonou por Leuce, filha do Oceano.

    Hades dominava o reino dos mortos, um lugar onde só imperava a tristeza. Conseguiu esse domínio através de uma luta contra os titãs, que Poseidon, Zeus e ele venceram. Assim Poseidon ficou com o domínio dos mares, Zeus ficou com o céu e a Terra e Hades com o domínio das profundezas.

    Era um deus quieto e seu eu nome quase nunca era pronunciado, pois tinham medo, para isso usavam outros nomes como o de Plutão. Um deus muito temido, pois no seu mundo sempre havia espaço para as almas. Seu mundo era dividido em duas partes: o Érebo onde as almas ficavam para ser julgadas para receber seus castigos ou então suas recompensas; e também a parte do Tártaro que era a mais profunda região onde os titãs ficavam aprisionados. Hades era presidente do tribunal, era ele que dava a sentença dos julgamentos.


    Além das sombras e almas encontradas em seus domínios, era também cuidadosamente vigiado pelo Cérbero que era seu cão de três cabeças e cauda de Dragão. Era conhecido como hospitaleiro, pois nos seus domínios sempre tinha lugar para mais uma alma. O deus quase nunca deixava seus domínios para se preocupar com assuntos do mundo superior, fez isso duas vezes quando foi raptar sua esposa e a outra quando foi para o Olimpo se curar de uma ferida feita por Heracles.





    Hades tinha o poder de restituir a vida de um homem, mas fez isso poucas vezes e muitas delas a pedido de sua esposa. Também conhecido como o Invisível, pois com a ajuda do seu capacete que o protege de todos os olhares. Este capacete também foi usado por outros heróis como Atena e Perseu.

    Porém, ao contrário do que muitas pessoas pensam, Hades não é o deus da morte e sim o da pós-morte, ele comanda as almas depois que as pessoas morrem. Apenas Ares  e Cronos são responsáveis pela morte e com isso até inimigos da humanidade, o que ele não era e sim temido por sua fama.

    Fonte

    Vinculando Terror #02





  • Brasil Bizarro - Túnel de Lefortovo
  • Diário de Hunter - Jogos de Terror
  • Eutanásia Mental - A Velha Fazenda
  • Predomínio do Terror - Cronologia Atividade Paranormal
  • Psicológico Macabro - CreepyPasta: Hello Kit
  • Meu Mundo é Assim - Casos de possessões nos séculos XX e XXI
  • Noite Sinistra - José Luis Calva Zepeda: O poeta canibal mexicano